Blog de Produtos Digitais

Tudo para você Desenvolver, Lançar e Vender seus Produtos Digitais

Quanto custa lançar um Produto Digital?

Quando você tem em mente fazer um lançamento de um produto digital, com certeza precisa saber quanto isso vai custar. Fazer as contas para ver se vai caber no seu bolso, que opções você tem para viabilizar o projeto são pontos chave para fazer o seu lançamento ser um sucesso.

Este post quer ajudá-lo exatamente nisso, em te ajudar a calcular ou pelo menos te dar uma ideia que quanto dinheiro será necessário investir para ter sucesso com o seu lançamento.

Então para começar, o que você precisa saber?

Que um lançamento tem diversas variáveis, que terão impacto direto no custo:

  • Do tamanho do seu lançamento (quantidade de leads)
  • Da estratégia de Lançamento (funil, webinário, fórmula de lançamentos)
  • Do tipo de tráfego (pago ou orgânico)
  • Das ferramentas que serão utilizadas
  • E se você vai fazer tudo sozinho ou vai contratar servicos (agencia, freela)

Qual será a Estratégia de Lançamento?

Um ponto muito importante para o lançamento e definir a estratégia, a forma com que o seu produto será lançado.

Conforme o tipo de produto, nicho e preço, teremos diversas estratégias que poderão ser utilizadas, entre elas:

  • Fórmula de Lançamentos
  • Webinário de Vendas
  • Funil Perpétuo

Bem definir a estratégia certa para o lançamento do seu produto digital, e um ponto crucial para o sucesso do seu lançamento.

Cada produto, tem suas particularidade e vai funcionar melhor com um tipo específico de lançamento, e também isso deve vir de encontro com as suas expectativas.

Deixa eu falar rapidamente sobre essas 3 estratégias que mencionei acima, para dar uma pincelada no tema e não passar totalmente despercebido.

Fórmula de Lançamentos – com certeza a estratégia de lançamento mais popular, mais conhecida, em função do Érico Rocha, o brasileiro que trouxer a Lauch Fórmula para o brasil, e popularizou no mercado.

O estilo de lançamento mais conhecido é o tradicional formato de 4 vídeos, sendo os 3 primeiros os chamados CPLs (conteúdo de pré lançamento) e o 4o vídeo que é o Vídeo de Vendas.

Uma característica desse estilo de lançamento é que você lança para uma Lista de Leads, com datas pré definidas, e joga uma quantidade massiva de leads no lançamento, e abre e fecha o carrinho em datas predefinidas.

E o que nos interessa aqui saber sobre a forma de lançamento, que terá impacto direto no cálculo do custo do lançamento e que você precisa gerar esses leads antes de começar o lançamento propriamente dito.

Sendo assim, ou você já tem uma lista de leads lançamento, ou precisará criar uma, tendo impacto direto no custo, principalmente se for tráfego pago.

Webinário de Vendas – uma outra estratégia de lançamento que gosto muito e o webinário de vendas, também apelidado de outros nomes: masterclass, aula online, aula ao vivo. Enfim, o interessante dessa estratégia que você consegue ter um ótimo resultado de conversão com um trabalho bem menor do que a estruturação de um lançamento no formato de fórmula de lançamentos.

A característica de resultado é que você terá as vendas concentradas no período em que o carrinho estiver aberto.

E o que nos interessa aqui é para falar de custo, com esta estratégia de webinário de vendas, e que também você precisa ter uma lista de lead para lançar nesta modalidade, e trabalha com datas de lançamento predefinidas.

Sendo assim, ou você parte de já ter uma lista de leads, ou precisará criá-la, gerando tráfego, tendo impacto direto no custo, principalmente se for tráfego pago (mídia paga através de anúncios).

Funil de Vendas – E agora chegamos a estratégia de Funil de vendas, que também é uma de minhas favoritas. Num funil de vendas e diferente das anteriores, por que o conceito do funil, é não trabalhar com datas definidas, e sim uma sequência de eventos que acontece à medida que o lead entra no funil.

Diferente das estratégias de lançamento anteriores em que você terá uma rajada de vendas quando abrir o carrinho, com toda a lista ao mesmo tempo, aqui no funil de vendas os leads não são sincronizados, entram em momentos diferentes, e você tem a oportunidade de ter Vendas Todos os Dias!

Outra característica interessante é a possibilidade de otimização, de ir melhorando o funil ao longo do tempo, a partir das métricas.

Mas vamos ao que interessa, considerando a Fórmula de Lançamentos a mais popular, para fins de exemplo e dar uma ideia de cálculo vamos usar ela como referência, aqui neste post.

Continue lendo, porque mal começamos! Ao final do post vou dar 2 exemplos completos e reais dos custos de um lançamento.

Como pretende Gerar Tráfego (tráfego pago X tráfego orgânico)

Já vimos o tipo de estratégia para o Lançamento, e agora vem a pergunta: de que forma pretende Gerar tráfego?

Bem isso é simples, depende basicamente do seu projeto, se você gera bastante conteúdo a ponto de gerar tráfego ou nao.

Tráfego Orgânico – Você tem a opção de gerar tráfego orgânico a partir da geração de conteúdo na internet, seja a partir de blog ou das redes sociais como: Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin, etc..

Lembrando que para você ter sucesso com o seu lançamento, seja o tipo de Lançamento que for você precisa de leads, que em outras palavras se resume em tráfego.

Cabe lembrar também que mesmo gerando conteúdo massivo na internet, com capacidade de gerar bastante tráfego, uma estratégia de Remarketing pode direcionar ainda mais o seu público, e melhorar em muito o resultado final do lançamento. Em outro tópico falarei de remarketing, porque realmente é muito importante num lançamento.

Uma característica do tráfego orgânico e que é uma estratégia de médio prazo, você precisa ter começado essa estratégia há alguns meses atrás para ter números significativos e você não tem controle para escalar rápido, normalmente tem crescimento mais lento, entretanto muito consistente. Exceto se você tiver um projeto grande gerando conteúdo e já atraindo uma quantidade de leads grande por dia.

Tráfego Pago – Se no tráfego orgânico a coisa pode ser um pouco devagar e você não tem controle em escalar rápido, aqui no tráfego pago é exatamente o contrário: você tem poder de escala e total previsibilidade para projetar os números, e o custo.

A questão toda é o custo, você tem que colocar na balança se o seu projeto comporta tráfego pago e se cabe no seu bolso.

Hoje as duas mídias pagas mais utilizadas para fazer anúncios e gerar tráfego para lançamentos são com certeza o Facebook Ads e Google Ads.

Com o Google Ads, você tem que estar preparado que terá um custo mais elevado, entretanto um clique ou lead mais qualificado e sem tanto poder de entregá (escala) como o Facebook Ads.

Bem mas o que interessa são os custos, não é mesmo?

Então vamos a eles agora nos próximos tópicos, aqui foi apenas para nos situar, dando um panorama geral e opções de tráfego para o seu lançamento.

Custo Zero com Tráfego Orgânico

Agora sim vamos então falar de custo. Como você sabe o custo para tráfego orgânico é zero, você não paga por ele, porque é o tráfego que é gerado a partir de Conteúdo que você gera num blog ou através das redes sociais.

Se você mesmo conseguir gerar o conteúdo, seu custo será zero.

Agora se você depende de serviço de terceiros para gerar conteúdo, então coloque na sua conta, em SERVIÇOS DE TERCEIROS.

A vantagem do tráfego orgânico, principalmente a partir de redes sociais e que você pode fazer um lançamento menor, mais controlado, usando os ativos digitais que você já conquistou ao longo de uma jornada de geração de conteúdo.

E aqui eu quero deixar 5 dicas importantes

  • Considere investir numa lista de leads, por e-mail ou chat bot por exemplo, onde você envia conteúdo com regularidade
  • Mesmo gerando conteúdo nas redes sociais, considere impulsionar seus posts com baixo orçamento. Uma verba de R$ 5,00 ou R$ 10,00 por dia em impulsionamentos pode ajudar muito a fazer seu projeto crescer.
  • Explore os públicos do Facebook e aumente o envolvimento com a sua marca ou projeto, isso é importante para o resultado final do seu lançamento.
  • Nunca compre fãs ou seguidores nas redes sociais, cresça de forma orgânica gerando conteúdo relevante.
  • Explore ao máximo os ativos digitais, instale em seu site Pixel do Facebook, Script do Google Analytics, Google Search Console – você terá insights sobre seu público importantes com estas ferramentas

Custo com Tráfego Pago

Bem aqui é onde o bicho pega! kkkk

Sim dependendo do tamanho do seu lançamento, e se sua principal fonte de tráfego for pago, este será o custo mais pesado do seu lançamento.

5 Dicas sobre tráfego pago para lançamentos

  • Gerar leads para um lançamento e um ponto crucial para o sucesso. Você precisa atrair as pessoas certas, que mais tem a ver com a sua oferta.
  • Planeje sua estratégia de geração de tráfego, e explore ao máximo os ativos digitais já existentes: públicos semelhantes (lookalike), tráfego do site, lista de leads existentes, etc.
  • Lead barato nem sempre é o melhor caminho, um lead barato costuma ser menos qualificado. De nada adianta você ter uma lista enorme de leads sendo que uma parcela muito pequena terão afinidade com a oferta ou poder de compra.
  • Particularme gosto sempre de investir numa recompensa digital estratégica, no formato de um e-book para baixar, como forma auxiliar de reduzir os custos do lançamento e gerar tráfego qualificado.
  • Um lead para converter para um evento como um Webinário ao Vivo, ou a Semana XYZ (fórmula de lançamentos), sempre será mais caro do que um lead que baixa um e-book
  • O tráfego pago é um tráfego frio, que muitas vezes não conhece sua marca, não conhece você, então sempre tenha formas de gerar engajamento como esse público novo, isso terá um impacto positivo no seu lançamento.

Custo com Ferramentas para o Lançamento

Seja qual for o tipo de Lançamento que você optar, você precisará de uma plataforma mínima de lançamento, que seja para colocar uma página ou site no ar.

Então você irá precisar de algumas ferramentas para fazer isso:

  • Hospedagem para Páginas ou Site/Blog
  • Ferramenta de E-mail marketing ou Chatbot
  • Construtor de Páginas (ex.: Elementor)

E se usar Webinários, uma ferramenta de Webinários (ex.: Webinarjam)

O custo com ferramentas também varia conforme o tamanho do seu lançamento, mais especificamente em relação ao tamanho de leads da sua lista, mas tem um impacto no custo bem menor do que custo com geração de leads a partir de tráfego pago, por exemplo.

Para exemplificar vamos pegar 2 exemplos, um lançamento para 2.000 leads e outro para 5.000 leads, e ainda considerando um período de 3 meses anterior ao lançamento.

Exemplo de 2.000 leads

  • Hospedagem U$ 15,00 (R$ 60,00 por mês)
  • 1 Licença do Plugin Elementor U$ 79,00 (R$ 316,00 paga 1 vez)
  • Mailchimp Standard para 2.500 leads U$ 49,99 (R$ 199,96 por mês)

Então para um período de 3 meses teremos como custo de ferramenta:

60 + 316 + 600 = R$ 976

Agora um exemplo para 5.000 leads

  • Hospedagem U$ 15,00  (R$ 60,00 por mês)
  • 1 Licença do Construtor de Sites Elemento U$ 79,00 (R$ 316,00 paga 1 vez)
  • Mailchimp Standard para 5.000 leads U$ 74,99 (R$ 299,96 por mês)

Então teremos para o período de 3 meses o custo de ferramenta

60 + 316 + 900 = R$ 1276

E assim sucessivamente, conforme maior for o seu lançamento, que tenha uma quantidade maior de leads, terá um custo proporcional, principalmente relacionado a quantidade de leads, da ferramenta de comunicação escolhida.

Custo com remarketing

Em qualquer ação de vendas que você for fazer na internet, principalmente se tiver datas predefinidas, se você quiser atingir com maior eficácia o público, tendo um impacto positivo nas vendas, considere incluir Remarketing na sua estratégia de lançamento.

O Remarketing se você não sabe é uma forma super eficiente de fazer anúncios específicos para a sua audiência, pessoas que passaram pelo seu site ou páginas específicas, iniciaram ou realizaram uma ação qualquer, ou simplesmente estão envolvidas com a sua marca ou projeto.

O custo com Remarketing vai depender do tamanho da sua audiência e a quantidade de dias que ficará rodando.

Se estiver trabalhando com Tráfego pago, considere utilizar 30% da verba para remarketing.

Se estiver trabalhando com Tráfego Orgânico a partir de blog ou redes sociais, seu ponto de partida deve ser o CPM, ou seja o custo por mil impressões para ter uma referência.

Normalmente o tamanho do público de Remarketing vai ser maior do que a sua quantidade de leads, e isso deve ser levado em consideração.

Os leads fizeram uma ação de se cadastrar na sua lista de alguma forma, seja para participar de um evento, ou baixar algum Ebook ou material. Já os para o público de Remarketing será maior porque envolve todos que interagiram de alguma forma com a sua marca.

Para ficar mais claro vamos pegar um exemplo:

Supondo que somando todos os ativos digitais que você tenha acesso da sua marca, você chegue a um número de 10 mil pessoas para esse público.

É considerando um CPM de R$ 15,00 fica fácil de calcular e ter uma estimativa.

10 X 15 X 3 dias …. R$ 450,00

Logicamente que também vai depender da força do seu remarketing, talvez você queira acelerar o processo, por exemplo quando estiver na abertura de carrinho, fazendo vendas, então você pode usar um remarketing mais agressivo, exibindo diversas vezes por dia seus anúncios para cada pessoa do público selecionado.

Custo de Serviço de Terceiros

Dependendo do tamanho do seu projeto, e das suas aptidões e familiaridade com as ferramentas de marketing digital, talvez você precise contratar serviços de terceiros, que evidentemente terão também impacto no custo do seu lançamento e precisam entrar nesta conta.

O que tenho visto na prática é que é difícil para o produtor conseguir fazer tudo sozinho, dando conta de um lançamento. Não é impossível, muitos conseguem, mas a maioria não consegue.

Nesse caso você pode ou ter uma parceria para o lançamento, através de uma agência de lançamentos, ou optar por contratar os serviços avulsos no mercado, separadamente.

A vantagem de uma agência de lançamentos e que ela já entende da complexibilidade, das ferramentas envolvidas e todas as demandas de serviços necessários para lançar o seu produto, como por exemplo: webdesign, criação de páginas, gestão de tráfego, copywriting, gestão de ferramentas e integração entre elas.

Além da expertise que uma agência de lançamentos pode ter, e seu projeto pode se beneficiar muito com isso.

Diversas Demandas de Serviços que precisará para o lançamento:

  • Webdesign
  • Criação de Páginas
  • Criação de Anúncios
  • Gestão de Tráfego
  • Copywriting: e-mails, carta de vendas, vídeo de vendas, etc
  • Gestão de ferramentas
  • Integração de ferramentas
  • Edição de Vídeos

Aqui são alguns tipos de serviços apenas, que irão variar conforme a sua necessidade, mas nada impede que você faça tudo sozinho, e não tenha nenhum custo com serviços de terceiros.

Como os valores podem variar muito, dependendo do caso, sugiro que você faça pesquisas, e uma outra forma de trabalhar são com freelas, abaixo uma lista de sites:

  • Freelancer
  • Workana
  • 99frelas
  • Nearjob

Tudo é válido para viabilizar o seu projeto, fazendo com que o seu lançamento seja um sucesso e atinja sua expectativa de vendas.

2 Exemplos de Cálculo Completo de Custo de Lançamento

Bem e agora chegamos talvez a parte mais importante deste post, que é a de simular os custos do seu lançamento, pelo menos que você tenha uma ideia dentro da realidade.

Primeiro Exemplo – Um lançamento via webinário de 2.000 leads orgânicos

Vamos supor que você optou ir pelo caminho de gerar conteúdo, e gerar tráfego orgânico, através de um blog ou redes sociais.

É que para ter um custo mais baixo, você optou pela própria ferramenta do Youtube, o Google Hangout, para fazer seu webinário, sua transmissão ao vivo, sem custo com ferramenta externa.

Então teremos como custo:

  • Custo Ferramentas: R$ 450,00 (período de 3 meses)
  • Custo com Tráfego – só impulsionamento de posts: R$ 5,00 por dia. R$ 450,00
  • Custo com Remarketing – 7 dias / CPM R$ 15,00 / 5 mil …. R$ 525,00
  • Custo com Serviço de Terceiros – zero / Você fez tudo sozinho.

Aqui sendo bem realista, usando da forma mais eficiente as ferramentas disponíveis, você consegue lançar seu produto com R$ 1.425,00

Segundo Exemplo – Um lançamento via Funil de Vendas com 10.000 leads por tráfego pago

Como você já sabe o tráfego pago tem um custo bem mais significativo, porque você precisa pagar pelos leads. Entretanto o fato de ser um Funil de Vendas, tem a vantagem de ir se ajustando e os leads não entram todos ao mesmo tempo no funil.

Com isso você precisa de um custo inicial para começar a rodar o funil, jogando tráfego qualificado e no decorrer do período o funil começa a vender e se paga sozinho.

Então vamos supor que esse funil rode por 3 meses, gerando 3.333 lead em cada mês, e que você precise de gerar 1.000 leads para fazer os ajustes, otimização de campanha, para ter uma folga, é encontrar o equilíbrio ao ponto de que o próprio funil gera lucratividade ROI positivo, se auto pagando.

Bem agora vem a pergunta, e quanto vai custar esse lead?

O preço do lead varia de acordo com o nicho, o público alvo, a sua oferta, é bastante relativo.

De forma geral nos dias de hoje, você conseguir um lead abaixo de R$ 2,00 você está no lucro, logicamente desde que seja um lead qualificado.

Ultimamente nos projetos que tenho participado como Co Produtor ou acompanhado como Mentor, temos conseguido com bastante otimização um lead entre R$ 1,50 e R$ 2,00 a vezes mais baixos, mas não é a regra.

Então vamos pegar aqui no exemplo um valor intermediário, de R$ 1,75 o lead, que seria o CPL (custo por lead).

Já temos o custo por lead, e já sabemos que consideremos 1.000 leads para otimização do Funil para encontrar o equilíbrio do ROI (Return On Investment) positivo, quando o funil começa a se pagar, então chegamos a R$ 1.750,00 de investimento em tráfego para geração de leads.

Chegamos ao números do custo:

  • Custo Ferramentas: R$ 1.276,00 (período de 3 meses)
  • Custo com Tráfego – primeiros 1.000 leads … R$ 1.750,00
  • Custo com Remarketing – 30% …. R$ 525,00
  • Custo com Serviço de Terceiros – R$ 1.500,00 / Você contratou alguns serviços para colocar seu funil do ar.

Chegamos a soma de R$ 5.051,00 de custo.

Lembrando que dependendo da mídia, você pode usar cartão de crédito, e com isso ter uma folga de uns dias a mais no seu fluxo de caixa.

Outra coisa importante é que as plataformas de venda como Hotmart, Eduzz, Monetizze liberam o saque das vendas após 30 dias da compra, então você também deve levar isso em consideração em relação ao seu fluxo de caixa, uma vez que estamos falando de custos e números do lançamento.

Gostou? Deixe um comentário

Espero que através desse post você possa ter tido uma ideia mais real do custo de um lançamento, a ideia aqui não é esgotar o assunto, até porque um lançamento tem diversas variáveis que podem mudar de projeto para projeto, e aqui citei apenas alguns exemplos, existem ainda outras modalidades de lançamento.

Se você tem alguma sugestão, crítica, ou um ponto de vista diferente, gostaria de saber sua opinião, deixe seu comentário abaixo.

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Share on whatsapp
Compartilhe por Whatsapp
Share on email
Compartilhe por E-mail
André Santos

André Santos

Fundador da Vender Mais Online, empreendedor com 15 anos dedicados a vendas online e desde 2014 venho me dedicando aos Produtos Digitais, como Coprodutor, Consultor e Mentor.

mais artigos

Preencha o Formulário abaixo para
RECEBER UMA PROPOSTA

Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?
Olá
Como podemos ajudar?